PROSPECTIVAS ESTRATÉGICAS PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO PÓS-COVID-19 PARA CORNÉLIO PROCÓPIO/PR A PARTIR DAS CADEIAS PRODUTIVAS LOCAIS DO COMÉRCIO, DA ECONOMIA CRIATIVA E DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Autores

  • Paulo Rogério Alves Brene Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP
  • Celso Davi Aoki Universidade Estadual do Norte do Paraná
  • Érica Patente Nascimento Universidade Estadual do Norte do Paraná
  • Luiz Eduardo Araujo

DOI:

https://doi.org/10.51923/repae.v9i2.338

Palavras-chave:

Matriz de insumo produto, Transbordamento, Estratégia para desenvolvimento local

Resumo

Este estudo tem o objetivo de propor uma estratégia de desenvolvimento no município de Cornélio Procópio/PR a partir da análise dos setores do comércio e da economia criativa, assim como, das micro e pequenas empresas, maiores atingidos pelo isolamento social (ação necessária para o combate ao coronavírus). Para tanto foi utilizada como referência a análise dos dados do estudo “Mapeamento das Estruturas Produtivas e Setores Estratégicos do Município de Cornélio Procópio/Pr”. O estudo tem como ferramenta principal a matriz de insumo-produto inter-regional (município, estado e país). Para fins da pesquisa foi escolhido o transbordamento (restante do Paraná e do Brasil) dos geradores de emprego como indicador base da proposta de estratégia. Como resultado, observou-se que, tanto para o setor de comércio quanto para o da economia criativa, o maior responsável pelo transbordamento de empregos para fora do município é o setor de Outras atividades administrativas e serviços complementares, ligado à: Seleção, agenciamento e locação de mão de obra; Agências de viagens, operadores turísticos e serviços de reservas; Serviços para edifícios e atividades paisagísticas; Serviços de escritório, de apoio administrativo e outros serviços prestados às empresas. No caso das micro e pequenas empresas, o maior responsável por transbordamento, além do setor já mencionado, foi o comércio. A partir dos resultados, pode-se inferir que uma linha de estratégia a ser seguida para a geração de emprego em Cornélio Procópio estaria vinculada ao incentivo na abertura e atração de negócios voltados ao comércio por atacado e varejo que suprissem demandas das cadeias produtivas. Essa estratégia deveria partir da esfera pública municipal em articulação com o setor privado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Rogério Alves Brene, Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Londrina, Mestre em Economia Empresarial pela Universidade Candido Mendes e Doutor em Desenvolvimento Econômico pela UFPR. Professor do curso de ciências econômicas da UENP e do mestrado em economia regional da UEL. 

 

Celso Davi Aoki, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Possui graduação em Ciencias Sociais (1983) e Mestrado em Ciências Sociais (1992), ambos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Doutorado em Sociologia (2014) pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professor de ensino superior da UNIVERSIDADE ESTADUAL NORTE DO PARANÁ/UENP. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Serviço de Saude, atuando hoje principalmente nos seguintes temas: sociologia da educação e da violência.

Érica Patente Nascimento, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Professora na Universidade Estadual do Norte do Paraná - Campus Cornélio Procópio, vinculada ao curso de Ciências Econômicas. Doutora em Economia pelo Instituto de Economia da Unicamp (2020). Mestre em Desenvolvimento Econômico pelo Programa de Pós-graduação do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (2011). Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2007).

Luiz Eduardo Araujo

Doutorando em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela UEL(2022), Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná(2009), graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (1991) e MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Atualmente é professor assistente da Universidade Estadual do Norte do Paraná(UENP). Atua na área de Empreendedorismo e Criação de Novos negócios. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Estratégia Corporativa. 

Referências

Abreu, Raphael Lorenzeto de. Map of Paraná State (2006). Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Parana_MesoMicroMunicip.svg. Acesso em: 09/02/2023.

AGÊNCIA BRASIL. (2021). Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020. Rio de Janeiro, 14 abr. 2021. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2021-04/mais-de-620-mil-micro-e-pequenas-empresas-foram-abertas-em-2020. Acesso em: 09/02/2023.

AMUNOP - Associação dos Municípios do Norte do Paraná. (2021). História de Cornélio Procópio. Disponível em: https://amunop.org.br/municipios/cornelio-procopio/. Acesso em: 09/02/2023.

Aquino, E. M., Silveira, I. H., Pescarini, J. M., Aquino, R., & Souza-Filho, J. A. D. (2020). Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(suppl 1), 2423-2446.

Belizário, Márcia Paloma; Almeida, Sabrina Ribeiro de. (2020). O impacto da covid-19 no índice de mortalidade de micro e pequenas empresas. In: Anais do XVII Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade. São Paulo: 2020. Disponível em: https://congressousp.fipecafi.org/anais/20UspInternational/ArtigosDownload/2898.pdf. Acesso em: 09/02/2023.

Brene, P. R. A., de Souza Costa, L., Sesso Filho, U. A., Rodrigues, R. L., & Dalla Costa, A. J. (2014). Fatores Locacionais como Determinantes do Perfil Empresarial: uma proposta metodológica. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 10(2).

Brene, P. R. A., Sesso Filho, U. A., & Dalla Costa, A. J. (2014). Análise da Viabilidade do Uso de Indicadores Provenientes de Matrizes Insumo-Produto Regionais Estimadas: apresentação e teste da proposta metodológica. Revista Paranaense de Desenvolvimento-RPD, 35(127), 155-180.

Câmara, S. F., Pinto, F. R., Silva, F. R. D., & Gerhard, F. (2020). Vulnerabilidade socioeconômica à COVID-19 em municípios do Ceará. Revista de Administração Pública, 54, 1037-1051.

CNN. (2021). Mais de 600 mil pequenas empresas fecharam as portas com coronavírus. Brasília, 09 abr. 2020. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/04/09/mais-de-600-mil-pequenas-empresas-fecharam-as-portas-com-coronavirus. Acesso em: 09/02/2023.

Dalla Costa, A., & de Souza-Santos, E. R. (2011). Economia criativa: novas oportunidades baseadas no capital intelectual. Revista Economia & Tecnologia, 7(2).

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2022). CORNÉLIO PROCÓPIO. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pr/cornelio-procopio/panorama. Acesso em: 09/02/2023.

IMF - International Monetary Fund. (2021). International Financial Statistics (IFS): Gross Domestic Product, Real, Domestic Currency. Disponível em: https://data.imf.org/regular.aspx?key=63122827. Acesso em: 09/02/2023.

IPARDES – Instituto Paranaense de Desenvolvimento. (2022). PERFIL DO MUNICÍPIO CORNÉLIO PROCÓPIO. Disponível em: http://www.ipardes.gov.br/cadernos/MontaCadPdf1.php?Municipio=86300&btOk=ok. Acesso: 09/02/2023.

Júnior, F. G. P. (2021). A IMPORTÂNCIA DAS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS NA IMPLANTAÇÃO DE MEDIDAS NÃO FARMACOLÓGICAS PARA O ENFRENTAMENTO DA COVID-19. Planejamento e Gestão Volume 2, 78.

La Rovere, Renata Lèbre. (2021). Pequenas e médias empresas na economia do conhecimento. Disponível em: https://via.ufsc.br/pequenas_e_medias_empresas/. Acesso em: 05 jul. 2021.

Leontief, W. (1988). Input-Output Economics. Segunda Edição. New York: Oxford University Press, p. 241-260.

Machline, C. (2011). Cinco décadas de logística empresarial e administração da cadeia de suprimentos no Brasil. Revista de administração de empresas, 51, 227-231.

Miller, R. E.; Blair, P. D. (2009). Input-Output Analysis: Foundations and Extensions. Cambridge: Cambridge University Press.

Oliveira, João Maria de; Araújo, Bruno César Pino Oliveira de; Silva, Leandro Valério. (2013). Panorama da economia criativa no Brasil. Texto para discussão 1880. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

RAIS. Relação Anual de Informações sociais do Ministério do Trabalho. (2020). Disponível em: http://www.rais.gov.br . Acesso em: 09/02/2023.

Reuters. COVID-19 Global Tracker. (2021). Disponível em: https://graphics.reuters.com/world-coronavirus-tracker-and-maps/pt/. Acesso em: 14/10/2021.

Richardson, H. W. (1978). Insumo-Produto e Economia Regional. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

Santos, R. (2007). Indústrias Culturais. Imagens, valores e consumos. Lisboa, Edições 70.

SEBRAE. (2021). Estudo de mercado: entenda o motivo do sucesso e do fracasso das empresas. São Paulo, 30 out. 2017. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/sp/bis/entenda-o-motivo-do-sucesso-e-do-fracasso-das-empresas,b1d31ebfe6f5f510VgnVCM1000004c00210aRCRD. Acesso em: 09/02/2023.

Sesso Filho, Umberto Antonio, Brene, Paulo Rogério Alves, Rangel, Ronaldo Raemy & Bernardelli, Luan Vinícius. (2020). Impactos econômicos de curto prazo do combate ao vírus Covid-19. Even3 Publicações. Disponível em: https://even3.blob.core.windows.net/even3publicacoes-assets/preprint/715333-2. Acesso em: 09/02/2023.

Sesso Filho, Umberto Antonio; Brene, Paulo Rogério Alves; Bernardelli, Luan Vinicius. (2021). Mapeamento das Estruturas Produtivas e Setores Estratégicos do Município de Cornélio Procópio/PR. MIMEO. Disponível em: https://nortepioneiro.org.br/img/DESENVOLVIMENTO%20ECON%c3%94MICO/MAPEAMENTO%20C.%20PROC%c3%93PIO%20ITEDES%202020.pdf . Acesso em: 09/02/2023.

Vasconcelos, Lucas Henrique Campos; Pires, Fábio José; Luz, C. E. (2021). Origens e formação de Cornélio Procópio como cidade de transporte. 2014. Disponível em: http://www.cbg2014.agb.org.br/resources/anais/1/1403912669_ARQUIVO_artigo_cbg_finalizado.pdf. Acesso: 09/02/2023.

Downloads

Publicado

2023-08-31

Edição

Seção

Artigos