SEGURANÇA NO TRABALHO DE PILOTOS DA AVIAÇÃO CIVIL: UMA ANÁLISE DO UNSTABLE APPROACH NO CONTEXTO DA COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51923/repae.v9i2.340

Palavras-chave:

Setor de transporte aéreo; Companhias aéreas; Volatilidade

Resumo

Este artigo tem como foco investigar os potenciais fatores humanos contribuintes para o aumento dos erros de Unstable Approach (aproximação desestabilizada) observados durante a pandemia do covid-19, na ótica da gestão de pessoas de uma grande empresa área brasileira. A operação dos pilotos de linha aérea tem efeito direto na segurança e na eficiência dos voos, particularmente no estágio de aproximação e pouso, em que os pilotos precisam lidar com altas cargas de trabalho e procedimentos complexos. Uma aproximação estabilizada é uma característica fundamental para um pouso seguro e conforme o Banco de Intercâmbio de Dados de Acidentes Aéreos da IATA (AIDX), Unstable Approach (UA) foi fator contribuinte para 26% dos acidentes de aproximação e pouso registrados entre 2016-2020 (IATA, 2020). A redução da UA é um objetivo recorrente da indústria da aviação, e os operadores aéreos têm critérios rigorosos que devem ser atendidos durante a fase de aproximação e pouso. Esses critérios são baseados em uma série de parâmetros pré-determinados, normalmente definidos pela velocidade, configuração da aeronave, razão vertical de descida, limites máximos de desvios laterais e verticais da trajetória de planeio ideal da aeronave em relação a pista de pouso. A aviação é um setor extremamente rico em dados, porém nem sempre é fácil identificar sinais significativos que possam promover mudanças positivas. Este estudo fornece uma sinalização ressonante do aumento dos erros de Unstable Approaches durante a pandemia do COVID-19, com base em dados que medem o desempenho dos pilotos de linha aérea durante a fase aproximação e pouso. Estes dados apontam um certo descontrole frente a um ambiente de stress generalizado como a chegada da pandemia do COVID-19, houve um aumento no índice de erros operacionais de aproximações e pouso, diante de uma desaceleração da atividade de transporte aéreo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC. (2022). IS No 119-008A - Procedimentos para implementação de um Programa de Acompanhamento e Análise de Dados de Voo (PAADV). Retrieved on May 02th, 2022, from: https://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/boletim-de-pessoal/2022/bps-v-17-no-8-21-a-25-02-2022/is-119-008/visualizar_ato_normativo

Associação Brasileira das Empresas Aéreas - ABEAR, (2020). Estatísticas da Aviação Brasileira. Retrieved on May 02th, 2022, from: em: https://www.abear.com.br/imprensa/dados-e-fatos/. Acessado em 02/10/2022.

Federal Aviation Administration. (2016). Pilot’s handbook for aeronautical knowledge. https://www.faa.gov/regulations_policies/handbooks_manuals/aviation/phak/media/04_phak_ch2.pdf

Flight Safety Foundation. Unstable Approach: Definition. Disponível em: Flight Safety Foundation- FSF, (n.d.). Retrieved on May 05th, 2021, from: https://flightsafety.org/asw-article/unstable-2/.

Downloads

Publicado

2023-08-31

Edição

Seção

Artigos